fbpx
Contato:: +55 21 99790-5059
+0800 123 4567
 

Sefarditas

Como forma de reparação histórica, desde 2015 a legislação portuguesa, por meio da Lei de nº 1/2013 e do Decreto-Lei 30-A/2015, passou a conceder nacionalidade portuguesa por naturalização àqueles que comprovarem, por meio de um estudo genealógico, serem descendentes de judeus sefarditas, hipótese prevista no art. 6º, nº 7 da Lei da Nacionalidade Portuguesa, Lei n9º 37/81, de 03 de outubro.
Os sefarditas eram os judeus que tradicionalmente ocupavam a antiga Península Ibérica, antes de se tornarem objeto de perseguição por parte das Inquisições espanhola e portuguesa.
A partir de finais do século XV, Espanha e posteriormente Portugal expulsaram todos os judeus que não se sujeitassem ao batismo católico. Os que permaneciam no território, eram explorados, obrigados a viver em péssimas condições e a confessar a fé cristã.
Com a conversão forçada, os sefarditas passaram, então, a ser chamados de cristãos-novos.
No entanto, apesar das perseguições, muitos sefarditas e seus descendentes mantiveram os ritos tradicionais do culto judaico, conservando-os ao longo de gerações.
Em meio aquele momento de perseguição, Pedro Álvares Cabral cruza o oceano Atlântico com sua esquadra e em abril de 1500, chega ao Brasil. Posteriormente, o cristão-novo Fernando de Noronha, primeiro arrendatário do Brasil, demanda trazer um grande número de mão de obra para explorar 600 milhas da costa brasileira.
A partir de então, milhares de cristãos-novos migraram para o Brasil e começaram a colonizar este país. Considerando que tal onda de migração durou mais de três séculos, acredita-se que hajam milhares de brasileiros com ascendência sefardita que sequer sabem disso.

Você é um Judeu Sefardita?

Para saber se você possui ancestralidade sefardita e legitimidade para pleitear a sua nacionalidade portuguesa por essa lei, é necessário uma pré análise genealógica, feita por um genealogista profissional.
Nosso escritório possui genealogistas especializados nas migrações ibéricas e sefarditas, que nos dirão se você possui essa ascendência.

Confirmando-se o vínculo familiar, que não tem limites de gerações anteriores, daremos início ao seu processo de nacionalidade portuguesa pela lei aos descendentes de judeus sefarditas.

 

Entre em contato para saber mais!

Etapas do Processo:

Pré análise

Elaboração do estudo genealógico

Validação do estudo genealógico na
Comunidade Israelita de Lisboa

Requerimento da Nacionalidade Portuguesa em
uma das conservatórias