fbpx
Contato:: +55 21 99790-5059
+0800 123 4567
 

Como fazer mestrado em Portugal

Home » Cidadania Portuguesa » Como fazer mestrado em Portugal

Seja por conta do idioma ou por algum curso específico que o país ofereça, nos últimos anos as universidades de Portugal tem recebido cada vez mais brasileiros recém-graduados que, buscando novos desafios para sua vida acadêmica, se mudam para o país para cursar seu mestrado. Com essa especialização no exterior, o brasileiro além de valorizar o seu currículo, tem contato com estudantes de vários países, conhece pesquisadores que atuam em projetos na Europa e tem a chance de participar de grandes congressos com famosos autores. 

Além disso, Portugal tem 7 universidades listadas entre as melhores do mundo. O país conta com mais de 30 instituições reconhecidas pelo governo habilitadas a conferir graus acadêmicos. Dentre as mais procuradas por ‘mestrandos’ brasileiros estão a Universidade do Porto, a Universidade de Coimbra e a Universidade de Lisboa. Em Portugal, existe a licenciatura (ou 1º ciclo), que corresponde à nossa graduação; o mestrado (2º ciclo), que pode ser dividido em mestrado científico ou prático; o 2º ciclo integrado, que une licenciatura e mestrado; além do doutoramento (ou 3º ciclo), no Brasil, doutorado.

Mestrado científico consiste na pesquisa e investigação científica com base no rigor intelectual. Tem um período de 2 anos e é concedido ao concluinte o título de mestre. O mestrado, por sua vez, é composto por um curso de especialização com a duração de um ano letivo, e pela fase de preparação da dissertação de de mestrado em mais um semestre. No Brasil, esse mestrado é reconhecido como uma especialização.

De forma geral, os cursos de mestrado oferecidos pelas universidades portuguesas são disponibilizados para estudantes de todas as nacionalidades. Contudo, o estudante estrangeiro tem uma mensalidade um pouco mais cara que o estudante europeu. Existem universidades que oferecem bolsas de estudos, além de instituições bancárias, como o Banco Santander, e as fundações que também oferecem bolsas que podem ser utilizadas por estudantes brasileiros que querem fazer mestrado em Portugal. Há, ainda, as opções do CAPS e CNPq, que são as principais agências de financiamento de bolsas no Brasil. Outros gastos como viagem, moradia, transporte, alimentação e despesas com o próprio curso, também precisam ser considerados e avaliados.

Apesar de Portugal ser um país pequeno comparado ao Brasil, Portugal oferece uma gama bastante diversificada de cursos de mestrado e de universidades. Antes de tomar uma decisão, é necessário investir um bom tempo em pesquisa para definir o curso ideal. A área do Direito tem a Universidade de Coimbra como referência mundial, tanto por ser uma das mais antigas do mundo quanto por contar com um corpo docente respeitado internacionalmente. Cursos ligados a Engenharia e Medicina são bem avaliados nas universidades de Lisboa e Porto, enquanto formações nas áreas de Ciências da Comunicação, Arquitetura e áreas de tecnologia podem escolher opções oferecidas pela Universidade do Minho. 

Escolhido o curso e a universidade, é hora de organizar a documentação necessária para dar entrada no processo seletivo. O período de inscrição para os mestrados em Portugal geralmente tem início em março e vão até julho, com as aulas iniciam em setembro. Os documentos para inscrição variam de acordo com a universidade, mas basicamente é pedido uma ficha de inscrição (preenchida online com dados pessoais), diploma de graduação e/ou pós-graduação, histórico escolar, curriculum vitae, portfólio, passaporte e uma carta de motivação. Ademais, é necessário um visto de estudante, o Visto D4, ideal para quem vai cursar um mestrado com duração de curso de até 2 anos.

Você tem desejo de cursar seu mestrado em Portugal? Nós do escritório de advocacia Rabe Bennesby podemos te ajudar a conseguir seu visto, seja ele de permanência, residência, estudo ou trabalho. Avaliamos, também, seus documentos a fim de que você possa adquirir a nacionalidade portuguesa. Sendo nacional português, todo o processo de mudança é simplificado, uma vez que você pode residir, trabalhar, estudar e passear livremente por qualquer um dos 27 países-membros da União Europeia, o que inclui Portugal. Além disso, você pode se beneficiar de descontos que as universidades portuguesas oferecem para cidadãos europeus. Se você já sabe ou quer saber se tem direito à nacionalidade portuguesa, entre em contato conosco. 

Posted on